Notícias

Projeto de Lei prevê desconto ou isenção de IPTU em regiões não pavimentadas de Várzea

Projeto do vereador Weslen Campos deve ir ao plenário da Câmara até abril e, se aprovado, segue para sanção do prefeito
Visualize fotos

De acordo com o Código Tributário Nacional (CTN), a cobrança do IPTU (Imposto sobre a Propriedade predial e Territorial Urbana) só pode ser promovida e exigida se a prefeitura tiver dois dos melhoramentos construídos ou mantidos pelo poder público, sendo eles: meio-fio ou calçamento, com canalização de águas das chuvas; abastecimento de água; sistema de esgotos sanitários; rede de iluminação pública, para distribuição domiciliar; escola primária ou posto de saúde a uma distância máxima de três quilômetros do imóvel.

 

Ou seja, se o seu imóvel tiver abastecimento de água e possuir um meio fio, já é o suficiente para que um morador possa ser cobrado pelo IPTU. Mas, para o vereador de Várzea Paulista, Weslen Campos (Podemos), locais com ruas não pavimentadas devem ter isenção do imposto na cidade e criou um Projeto de Lei defendendo sua ideia. 

 

"Em alguns cantos tem luz, mas não há água, a água é de poço, então estou lutando para que onde há apenas uma melhoria e não há pavimentação que seja retirado o IPTU ou que seja cobrado pelo menos 50% desse pagamento”, alega Weslen.

 

Na cidade de Várzea Paulista existem muitas reclamações por parte de moradores das regiões com características rurais e que não são pavimentadas, por exemplo os bairros São Guido, Gauchinha e Mursa. Para esses munícipes, a cobrança total do IPTU é abusiva. "Ouvimos a população dos bairros e trouxemos o tema para discussão na Câmara", explica o vereador.

 

O tema ainda não foi debatido na Câmara Municipal e tem previsão de ir ao plenário no mês de abril deste ano. Caso passe em votação, será enviado para o prefeito apreciar e decidir sobre a sua aprovação. “O risco de verba é eminente. Eu acho que vamos sofrer desgaste e o prefeito não irá aprovar, porque ele pode alegar como ausência de receita. Ou seja, ele vai achar que pode gerar prejuízo ao município”, explica o Weslen Campos. 

 

Assim que o Projeto de Lei for levado para votação, os trâmites poderão ser acompanhados em primeira mão no portal ou nas redes sociais oficiais da Câmara Municipal de Várzea Paulista.






Publicado em: 17 de fevereiro de 2020

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara




Fique por dentro

Outras Notícias

Audiência no TST termina sem acordo e greve dos Correios vai a julgamento dia 21

14 de setembro de 2020

Terminou sem acordo na última sexta-feira (11) a audiência de conciliação entre os Correios e os trabalhadores da estatal. Com isso, informou o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o dissídio colet...

Leia Mais

Aulas não voltam antes de 7 de outubro em Várzea Paulista

14 de setembro de 2020

Ao contrário da proposta do Governo do Estado de São Paulo, que tem como objetivo o retorno das aulas presenciais no dia 8 de setembro para reforço escolar e atividades opcionais (para as regiões q...

Leia Mais

Auxílio Emergencial é prorrogado até dezembro

10 de setembro de 2020

O Auxílio Emergencial, que serve como um apoio para famílias prejudicadas economicamente pela pandemia do Coronavírus (Covid-19), foi prorrogado por mais 4 meses. A extensão do benefício, no valor...

Leia Mais

Banco Central lança nota de R$200 nesta quarta

03 de setembro de 2020

O Banco Central (BC) lançou na tarde desta quarta-feira (02), através do seu canal no Youtube, a nova nota de 200 reais que já entrou em circulação. Foram informados aspectos de segurança, criação...

Leia Mais

MEC vai oferecer 140 mil vagas remanescentes do Prouni e Fies no começo de setembro

02 de setembro de 2020

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que o MEC abrirá em setembro 140 mil vagas remanescentes de programas de acesso ao ensino superior. Serão 90 mil vagas no Programa Universidade para...

Leia Mais

Governo de SP libera funcionamento de bares e restaurantes até as 22h para cidades na fase amarela

24 de agosto de 2020

O governo de São Paulo anunciou no começo de agosto a autorização para que bares e restaurantes passem a funcionar no período noturno no estado. A medida já entrou em vigor e a partir do decreto de...

Leia Mais